Limão – Os seus benefícios

Limas e Limão

O limão é uma fruta cítrica (citrus) originária do sudoeste do continente asiático. O limoeiro é a árvore que produz limões, e dá fruto praticamente o ano todo.

É uma fruta rica em vitamina C, complexo B e sais minerais (fósforo, cálcio e ferro), tem baixo teor de calorias, sendo que cada 100 gramas de limão tem apenas 25 calorias.

O limão estimula a produção do carbonato de potássio no organismo, promovendo a neutralização de acidez do meio humoral. Efectivamente, apesar de no estado livre ter como princípio activo o poderoso ácido cítrico, este, em contacto com o meio celular, no interior do nosso organismo, é transformado durante a digestão e comporta-se como um alcalinizante, ou seja, um neutralizante da acidez interna.
Os seus sais, convertem-se em carbonatos e bicarbonatos de cálcio, potássio, etc, que acentuam positivamente a alcalinidade do sangue.

Um dos efeitos mais importantes do limão é o combate de ácido úrico – um inimigo de muitas pessoas de idade mais avançada. Tomando o sumo de limão, pela manhã, em jejum (10 a 20 minutos antes do desjejum), descongestiona e desintoxica o organismo e, se usado com regularidade, erradicará por completo todos os uratos. Tem grandes valias em patologias reumáticas e artríticas. Assim, a ingestão de limão, aumenta na urina a excreção de ácido úrico, uréia e ácido fosfórico.

O seu uso Interno é muito útil na regeneração dos tecidos inflamados das mucosas, restaurando o funcionamento normal de todos os órgãos do aparelho digestivo. Nas afecções gastro-intestinais, os ácidos do limão destroem os germes e as bactérias nocivas que se libertam e que contribuem para gerar as ulcerações, ainda ajuda a combater as fermentações e os gases.
É um amigo do pâncreas e, malgrado certas apreensões quanto a supostas incompatibilidades com o sistema bilioso, revela-se um expurgador e um tonificante do fígado e da vesícula.
Relativamente ao aparelho genito-urinário, bem como ao sistema cardiovascular, é igualmente um poderosíssimo eliminador de toxinas e um tónico privilegiado, actuando na neutralização da proliferação das tão temidas afecções arterioscleróticas.

Gargarejos do seu sumo fresco são benéficos para todos os tipos de afecções do trato nasofaríngeo, bem como para laringites e gengivites. Inalado (puro ou diluído), é um bom desinfectante nas rinites e sinusites.

Por isto, e muito mais, e por ser delicioso, usamos o limão em diversos pratos, por exemplo Fricassé de frango e Pescada com cogumelos e molho bechamel.

Cheers    =)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *